segunda-feira, 13 de julho de 2009

Os mistérios do pôr-do-sol

Umas das belezas mais deslumbrantes que a natureza nos proporciona é o pôr-do-sol. É o desaparecimento do sol no horizonte, e fascina o homem desde os primórdios, quando o sol era venerado como um deus por vários povos, e acreditava-se que ele girava em volta da Terra. Segundo sua definição astronômica, o pôr-do-sol se dá quando o sol começa a mergulhar no horizonte até 6 graus de inclinação abaixo deste; de 6 a 18 graus o período é conhecido como crepúsculo. Sua beleza inspirou diversos artistas da pintura, da literatura e do cinema. Inspira nas pessoas sentimentos dos mais controversos, desde felicidade até medo e melancolia. É a transição entre o dia e a noite, e pode representar metaforicamente a transição entre o consciente e o inconsciente, entre o aceito e o não aceito, entre a vida e a morte, como exemplificam as histórias de lobisomens e vampiros.
O pôr-do-sol me fascina pelas suas cores e pela cor das coisas quando iluminadas por ele. As cores nele se formam pela dispersão que sofrem os raios de luz devido à suspenção de partículas como poeira e aerossóis na atmosfera. Li sobre o assunto e achei a teoria um pouco complicada, mas como tudo, tem uma explicação matemática, relacionado aos comprimentos de onda das cores. Pela distância que a luz percorre no pôr-do-sol (maior que no horário do meio-dia) e pela maior presença de partículas no final do dia, a luz vermelha/laranja é a que menos se dispersa, por isso a sua coloração.
O interessante também de observar o pôr-do-sol é que a cada dia ele é de um jeito. Gosto muito de observar como as cores da coisas ficam alaranjadas (e como o que já é vermelho ou laranja fica com a cor mais intensa) e as sombras de coisas brancas ficam violetas. Se você ainda não observou, pare um dia para reparar, é muito lindo. Se você estiver na praia, verá como a espuma do mar fica muito branca e a sombra dela fica violeta. E quanto mais sedimentos houver no ar (por exemplo alguma fumaça no horizonte) mais bonito ficará o por-do-sol, com tons alaranjados e rosados, contrastando com as nuvens azuladas e violetas.
Aprenda " pôr-do-sol" em outras línguas: ocaso (espanhol), sunset (inglês), coucher du soleil (francês), tramonto (italiano), Sonnenuntergang (alemão) e sol occidens (latim).
Acima algumas figuras de pinturas relacionadas ao pôr-do-sol. São elas, na ordem:
1- Barcas en el llane Cadaques (Ramon Pujol)
2- Chateau des Papes Avignon (Paul Signac)
3- Le soleil des mes nuits (Denis Nolet)
4- Sheltering Skies (Linda Glover)
5- Yosemite Valley (Alfred Bierstadt)
6- Old Oak Glen (Maxfield Parrish)

5 comentários:

  1. O pôr-do-sol é realmente lindo e deslumbrante!
    Ótimo texto e ótimas imagens ilustrando!
    Parabéns.

    ;)

    ResponderExcluir
  2. Lindo, umas das coisas que eu mais acho bonito é o pôr-do-sol.

    ResponderExcluir
  3. Beautiful paintings.
    Thank you for your time to visit me.

    Gracias.
    Regina

    ResponderExcluir
  4. VejaBlog
    Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil!
    http://www.vejablog.com.br

    Parabéns pelo seu Blog!!!

    Você está fazendo parte da maior e melhor
    seleção de Blogs/Sites do País!!!
    - Só Sites e Blogs Premiados -
    Selecionado pela nossa equipe, você está agora entre
    os melhores e mais prestigiados Blogs/Sites do Brasil!

    O seu link encontra-se no item: Blog

    http://www.vejablog.com.br/blog

    - Os links encontram-se rigorosamente
    em ordem alfabética -

    Pegue nosso selo em:
    http://www.vejablog.com.br/selo


    Um forte abraço,
    Dário Dutra

    http://www.vejablog.com.br
    ....................................................................

    ResponderExcluir
  5. Puxa!!!!!
    Selecionada pelos melhores blogs do Brasil!!!!
    Só podia se assim, realmente estão excelentes!!!
    Vou enviar uma foto que tirei do pôr-do-sol que apreciei de minha casa, como prenúncio de um dia seguinte muito frio.

    ResponderExcluir