segunda-feira, 27 de julho de 2009

Receita de Alegria

Sei que provavelmente muitas pessoas já devem ter recebido esta mensagem por email. Mas não custa deixar registrada aqui. Sou médica, e estou sempre a " dar receitas". Mas essa receita de alegria atribuída ao artista Pablo Picasso é de grande sabedoria.

Receita de Alegria
"Jogue fora todos os números não essenciais para tua sobrevivência.
Isto inclui: idade, peso e altura.
Que eles preocupem ao médico, para isto o pagamos.
Conviva, de preferência, com amigos alegres.
Os pessimistas não são convenientes para ti.
Continue aprendendo.
Aprenda mais sobre computadores, artesanato, jardinagem, qualquer coisa.
Não deixe seu cérebro desocupado.
Uma mente sem uso é oficina do diabo. E o nome do diabo é “Alzheimer”.
Ria sempre, muito e alto.
Ria até não poder mais. Inclusive de você mesmo!
Quando as lágrimas chegarem: aguente, sofra e siga adiante.
Agradeça cada dia que amanhece como uma nova oportunidade para fazer aquilo que ainda não tiveste coragem de começar, do princípio ao fim.
Prefira novos caminhos do que voltar a caminhos mil vezes trilhados.
Apague o cinza de tua vida, e acenda as cores que carregas dentro de ti.
Desperte teus sentidos para que não percas nada de belo e formoso que te cerca.Contagie de alegria ao teu redor, e tente ir além das fronteiras pessoais a que tenhas chegado aprisionado pelo tempo.
Porém lembre-se: a única pessoa que te acompanha a vida inteira é você mesmo.
Cerque-se daquilo que gosta:
família, animais, lembranças, música, plantas, um hobby, seja o que for.
O lar em que você vive é seu refúgio, porém não fique trancado nele.
Seu melhor capital, a saúde.
Aproveite-a se é boa, não a desperdice;
se não é, não a estrague mais.
Não se renda à nostalgia.
Saia à rua.
Vá à uma cidade vizinha, a um país estrangeiro.
Porém não viaje ao passado porque dói!
Diz aos que ama que realmente os ama, e faça isso em todas as oportunidades que tiver.
E lembre-se sempre que a vida não se mede pelo número de vezes que respiramos, mas pelos momentos que teu coração palpitou forte:
de muito rir,
de surpresa,
de êxtase,
de felicidade
e sobretudo, de amar sem medida.
Há pessoas que transformam o sol em uma pequena mancha amarela, porém há também as que fazem de uma simples mancha amarela, o próprio sol."

Pablo Picasso
As obras de arte são de Picasso, nesta ordem: " Maternidade", " Violonista", " Criança com um pombo", e abaixo, " As banhistas".

sábado, 25 de julho de 2009

Amor egípcio na voz de Pavarotti

video

Esta é uma ária da ópera Aida, de Giuseppe Verdi, interpretada por Luciano Pavarotti em 1986. Eu adoro esta ária e também o inesquecível Pavarotti, para mim o maior tenor de todos os tempos. A ópera Aida, que tem 4 atos, teve estréia mundial na Casa da Ópera, no Cairo, em dezembro de 1871. Ela foi composta por encomenda do governo egípcio para a comemorar a inauguração da abertura do canal de Suez. Narra a história de amor do guerreiro Radamés e da escrava atíope Aida, no Egito antigo.
"Celeste Aida" é um trecho do primeiro ato. Abaixo está a letra em italiano e a tradução em português. Ouça e aprenda a letra, você vai se emocionar!

Se quel guerrier io fossi!
Se il mio sogno si avverasse!
Un esercito di prodi da me guidato,
e la vittoria e il plauso di Menfi tutta!
E a te, mia dolce Aida,
Tornar di lauri cinto…
Dirti: per te ho pugnato, per te ho vinto!
Celeste Aida, forma divina,
Mistico serto di luce e fior,
Del mio pensiero tu sei regina,
Tu di mia vita sei lo splendor.
Il tuo bel cielo vorrei ridarti,
Le dolci brezze del patrio suol,
Un regal serto sul crin posarti,
Ergerti un trono vicino al sol. Ah!

Se eu fosse aquele guerreiro!
Se o meu sonho se tornasse realidade!
Um exército de homens corajosos comandados por mim
E a vitória ... e os aplausos de toda Mênfis!
E a você minha doce Aida
Retornar coroado com folhas de louro...
Dizer-te: por ti eu lutei, por ti eu venci!
Celeste Aida, forma divina
Mística guirlanda de luz e flores,
Tu és a rainha dos meus pensamentos,
Tu és o esplendor da minha vida.
Eu queria te devolver o teu lindo céu,
A doce brisa da tua pátria,
Colocar uma coroa sobre os teus cabelos,
Erguer para ti um trono próximo ao sol!

quinta-feira, 23 de julho de 2009

Flores para cultuar Afrodite

Já conversamos em outros posts como trazer o culto de Afrodite, a deusa do amor e da beleza, para a sua vida. Também podemos atrair esta atmosfera de amor e beleza para a nossa casa, o nosso cantinho. Nada melhor do que fazer isso com flores, que são um dos símbolos da deusa. Afinal, não são as flores os mais belos órgãos sexuais do universo? São coloridas, perfumadas, exóticas, tudo isso com a finalidade de atrair pássaros e insetos para que possam perpetuar a sua espécie. Assim também fazemos, nos enfeitamos, nos perfumamos.

Adoro frequentar jardins e floriculturas, nem que seja só para admirar a beleza deste ser. E foi com a intenção de dar um colorido para a minha casa que fui aprendendo um pouco sobre flores e plantas em geral. Enfeitar a minha casa é, então, uma forma de honrar a deusa.
Vou dar algumas dicas de lindas flores que para mim deram certo e que sobreviveram melhor aos meus cuidados, já que sou leiga no assunto. Aprendi que cuidar de plantas é uma terapia, e se aplicar um pouco de carinho, todo mundo vai reparar e dizer que " você tem uma mão boa"! Todas estas fotos eu mesma bati, de flores da minha casa.
Descrevendo as plantas, na ordem em que aparecem:
1 - Orquídea Phalenopsis: muito exuberante, existe em vários tons. Gosta de ambientes com luz solar indireta. Rega frequente, mas bem pouca quantidade. Quando as flores morrerem, faça a poda a partir da 2a. inflorescência, e a floração se repetirá por bastante tempo. Aplicar um fertilizante para orquídeas a cada 2 semanas;
2 - Lavanda: esta lavanda foi plantada a partir de uma muda, mas você pode comprar em vaso. Ela gosta de solo bem drenado (mais arenoso) e em pleno sol, quando começar a crescer muito tem que podar para não ficar feia na parte inferior da planta. Faça isso depois que terminar a floração. Rega frequente em pequena quantidade. Esta planta é muito resistente e tem um cheiro maravilhoso;
3 - Begônias: flor muito bonita, parece um bouquet. Este tipo da foto você compra em vasos, ela continua bonita por até uns 4 meses. Coloque em um local com luz solar indireta; regue por baixo, quando notar que o solo está seco. O local tem que ser bem ventilado (mas não pode pegar ventos fortes pois as flores são muito delicadas), em cima de uma mesa por exemplo. Uma delas na minha foto (a branca) está encostada numa parede, mas isto pode ser perigoso pois pode atrair fungos tipo o míldio, que parece um pó branco. Se isso acontecer, você terá que se desfazer da planta. Retire também as flores mortas para evitar os fungos.;
4 - Brinco-de-princesa: linda para pendurar em cestos. Gosta de pegar um pouco de sol (pode ser de manhã ou final da tarde, mas evite sol forte direto). Regas devem ser frequentes, principalmente no verão. Faça a poda de vez em quando, quando ela ficar muito comprida, para não perder a beleza.
5 - Ciclame: flor exótica, com as pétalas invertidas, e também muito resistente. Regar por baixo, quando o solo estiver seco. Luz do sol filtrada ou indireta. Retire as flores mortas. Não é necessário fertilizante.

6 - Kalanchoe: flor miúda e dobrada, em várias cores. Vocêe compra em vasos, e tem o conveniente de ser baratinha e fica bonita por uns 4 meses. Rega pouco frequente, por baixo, quando o solo estiver seco. Luz solar indireta ou filtrada. Não deixar no solo o vaso, pode atrair lesmas que vão destruir a planta.

segunda-feira, 20 de julho de 2009

Um presente de Deus


Estamos a cada dia inundados, pelos meios de comunicação, por informações relativas a exemplos de perversidade humana. Até mesmo quando pode-se " explorar" o lado bom do ser humano, apelam para o sensacionalismo, vide o caso de Michael Jackson. Estou aqui então para falar dos talentos humanos. Algo que me toca profundamente é perceber que uma pessoa, ao executar alguma tarefa qualquer, simplesmente nasceu para fazer aquilo que ela está fazendo. Às vezes, quando escuto uma música, me arrepio, pela perfeição da voz que canta, pela perfeição da letra, da melodia etc. Às vezes, quando olho uma pintura magnífica, ou vejo uma performance perfeita de um ator, tenho vontade de chorar, de emoção. Mesmo no meu dia-a-dia, vejo pessoas que nasceram para vender, ou para ser um enfermeiro, por exemplo. Tive um professor de yoga que, na minha opinião, nasceu para isso. Mas o talento é mesmo inato? Apesar de muitos estudos na área, continua sendo impossível explicar a origem dos talentos de Einstein, Mozart, Shakespeare, Michelangelo. O que os estudiosos falam é que há um dom (inato) que é influenciado pelas experiências daquela pessoa e também pelo treinamento e estudo do mesmo. Infelizmente a educação não está hoje voltada para o desenvolvimento dos talentos. E quando está, este desenvolvimento visa apenas o mercado de trabalho. O questionamento vem tarde, geralmente na execução de testes vocacionais.
No sistema de formação do homem na Grécia Antiga (a Paidéia), o desenvolvimento dos talentos tinha uma função libertadora e criadora; eles ajudavam o homem a descobrir quem era e o que viera fazer na Terra. Este usava seu talento para cumprir seu destino, estando portanto a serviço da criação. Eram vistos como dádivas (talento, em inglês, é gift, mesma palvra utilizada para dizer presente), tratava-se da construção do homem a partir dele mesmo, do que tinha de mais próprio e essencial: seja você do modo mais belo e pleno, cabe a você honrar esta dádiva. Era preparar o homem não apenas para trabalhar e ganhar dinheiro, mas para que se orgulhe de si e que sua existência seja plena de sentido. Infelizmente as escolas não estão preparadas para detectar os talentos e desenvolvê-los; a educação é transmitida em bloco, igual para todos. Às vezes nem os próprios pais tem mesmo tempo para observar os seus filhos, identificarem suas habilidades e investirem naquilo. Quantos oradores, pintores, esportistas, professores, músicos, líderes maravilhosos não podem estar escondidos no dia-a-dia conturbado de hoje? E você, já descobriu para quê veio?
Para homenagear alguns talentos dos nossos tempos, coloquei duas figuras de pinturas de artistas brasileiros: a primeira " Ipanema" de Romanelli, e a outra de Raphael Langowski , cujo nome não encontrei.
Também quero postar links de vídeos de alguns cantores que acho muito, mas muito talentosos, é tudo de bom ouvir a voz e a música deles:
* Bruce Dickinson (do Iron Maiden, no Rock in Rio III, que deve ter sido inesquecível para quem foi): http://www.youtube.com/watch?v=zgC3uyjgmn0
* Richie Sambora (guitarrista do Bon Jovi, também ótimo cantor e compositor, este clipe é da carreira solo, música perfeita com ótima letra): http://www.youtube.com/watch?v=Oeu7Y4SBsRA
* Mariah Carey (cantando Against all odds, do Phil Collins, em que ela dá um agudo inacreditável):http://www.youtube.com/watch?v=JqJSYjRERE8&feature=related

sugestão de leitura: Paidéia: para formar um homem "obra de arte, ético e criador no século XXI" de Viktor D. Salis

sábado, 18 de julho de 2009

Um lugar para sonhar

Sendo este blog dedicado a cultuar tudo o que há de belo, não poderia deixar de postar textos sobre lugares belos e românticos. As fotos acima são do Schloss Neuschwanstein , um castelo alemão construído na segunda metade do século XIX, no sudoeste da Baviera, muito próximo da fronteira com a Áustria.
Foi construído por Luís II da Baviera (o rei " louco"), inspirado na obra de seu amigo e protegido, o grande compositor Richard Wagner. O nome Neuschwanstein significa "novo cisne de pedra", uma referência ao "cavaleiro do Cisne", Lohengrin, da ópera de Wagner com o mesmo nome. A arquitetura do castelo possui um estilo fantástico, o qual serviu de inspiração ao "castelo da Cinderela", símbolo dos estúdios Disney. Neuschwanstein foi desenhado por Christian Jank, um desenhador de cenários teatrais, em vez de um arquitecto, o que mostra muito das intenções de Luís II, e explica grande parte da natureza fantástica do edifício resultante. Por todo o lado, o desenho presta homenagem às lendas alemãs de Lohengrin. Há também um mural que retrata a lenda de Tristão e Isolda, outro mito que inspirou Wagner. A extravagância romântica de Ludwig é visível em todos os lugares: colunas esculpidas de forma a lembrar palmeiras, um estúdio real onde o único tecido usado é a seda bordada a mão, o chão feito de 2,5 milhões de peças de mármore e um candelabro de ouro gigante - isso sem falar da gruta artifical com estalactites e uma grande cascata. Quatorze trabalhadores levaram aproximadamente cinco anos só para esculpir o trabalho em madeira do quarto do rei, incluindo uma elaborada cobertura para a cama e painéis que lembravam janelas góticas.O rei queria tudo com o máximo conforto, tendo para isso recorrido a algumas inovações para a época como telefone, elevador e aquecimento central, um conceito moderno para uma construção do século XIX. As janelas do castelo enquadram paisagens como as das páginas de um livro de histórias completo, com florestas, lagos cobertos por névoa e picos maravilhosos.

É um dos edifícios mais fotografados da Alemanha e um dos mais populares destinos turísticos europeus, além de também ser considerado o "cartão postal" daquele país, contando com uma média de 1,3 milhões de visitantes anuais. Quero um dia ser uma dessas visitantes...

quinta-feira, 16 de julho de 2009

Como resgatar a boa educação?



Como é bonito vermos o comportamento de pessoas educadas, não? Infelizmente isto é cada vez mais raro. Todos os dias me deparo com situações onde a grosseria e a falta de respeito predomina. Pesquisando o assunto na net, vi um artigo sobre uma pesquisa em que os ingleses acreditam ser a falta de polidez um dos grandes males atuais. E olha que são considerados por cidadãos de outras nacionalidades como o povo mais educado. Imagina se conviverem um pouquinho conosco. Vemos crianças sendo mal-educadas em público e seus pais parecem achar normal. Furar fila e fazer barulho noite a dentro para ninguém dormir, super normal. Donos levam seus cães para o " banheiro público" que são as nossas calçadas, e não estão nem aí. Sou médica, trabalho num posto de sáude. Todos os dias tenho alguma consulta interrompida por alguém que, sem marcar horário, bate na porta do meu consultório para " falar rapidinho comigo". Meu Deus! Não consigo me imaginar fazendo isso com a minha médica, por isso, não consigo entender. Chegar atrasado na consulta, no cinema, no espetáculo, na aula ... também parece a coisa mais comum. E que coisa desagradável receber baforadas de cigarro na sua cara quando tudo o que quer é respirar ar puro. E ter que ouvir toda a conversa de alguém que grita ao falar no celular. Estive nos EUA em 2008, e apesar de o povo lá não ser extrovertido como nós, eles são muito educados. É sempre "bom dia", "por favor", "obrigada", "tenha um bom dia", "com licença" ... eu acho lindo de se ver. É o mínimo, e não custa nada.

Não só nas relações impessoais a coisa tá feia ... nas famílias e nos casais também perdeu-se o respeito total. Já vi criança pequena dando tapa na cara da mãe porquê ia levar uma injeção, para citar um caso extremo. Mas em compensação um criança educada é a coisa mais linda. Atendo muitos idosos, e quantos, mas quantos, são explorados pelos próprios filhos ou netos, que esquecem rapidinho tudo o que aquele idoso já fez pela família. Homem já lida de "igual para igual" com a mulher, dão a desculpa do feminismo para serem grosseiros. Já as mulheres, com a mesma desculpa, falam alto, dão barraco, falam palavrões etc. Acho horrível. Que coisa linda (e rara) que é um homem cavalheiro, que abre a porta do carro, que deixa ela passar primeiro, que serve um vinho, que dá atenção para ela, que mostra-se preocupado com o seu bem estar. Mesma coisa serve para a mulher, como é belo quando sabe se portar, que fala num tom de voz adequado, que sabe usar o seu charme sem ser vulgar.

Não sei porquê as coisas foram ficando assim, se está faltando educação em casa já que os pais passam o dia inteiro fora trabalhando, se as professoras estão despreparadas, se é influência da televisão... não sei. Mas como eu gostaria que se fizesse um movimento pela boa eduação, que fosse contagiando cada um de nós. De repente se cada um fizer a sua parte as outras pessoas possam se espelhar. Quem sabe?

segunda-feira, 13 de julho de 2009

Os mistérios do pôr-do-sol

Umas das belezas mais deslumbrantes que a natureza nos proporciona é o pôr-do-sol. É o desaparecimento do sol no horizonte, e fascina o homem desde os primórdios, quando o sol era venerado como um deus por vários povos, e acreditava-se que ele girava em volta da Terra. Segundo sua definição astronômica, o pôr-do-sol se dá quando o sol começa a mergulhar no horizonte até 6 graus de inclinação abaixo deste; de 6 a 18 graus o período é conhecido como crepúsculo. Sua beleza inspirou diversos artistas da pintura, da literatura e do cinema. Inspira nas pessoas sentimentos dos mais controversos, desde felicidade até medo e melancolia. É a transição entre o dia e a noite, e pode representar metaforicamente a transição entre o consciente e o inconsciente, entre o aceito e o não aceito, entre a vida e a morte, como exemplificam as histórias de lobisomens e vampiros.
O pôr-do-sol me fascina pelas suas cores e pela cor das coisas quando iluminadas por ele. As cores nele se formam pela dispersão que sofrem os raios de luz devido à suspenção de partículas como poeira e aerossóis na atmosfera. Li sobre o assunto e achei a teoria um pouco complicada, mas como tudo, tem uma explicação matemática, relacionado aos comprimentos de onda das cores. Pela distância que a luz percorre no pôr-do-sol (maior que no horário do meio-dia) e pela maior presença de partículas no final do dia, a luz vermelha/laranja é a que menos se dispersa, por isso a sua coloração.
O interessante também de observar o pôr-do-sol é que a cada dia ele é de um jeito. Gosto muito de observar como as cores da coisas ficam alaranjadas (e como o que já é vermelho ou laranja fica com a cor mais intensa) e as sombras de coisas brancas ficam violetas. Se você ainda não observou, pare um dia para reparar, é muito lindo. Se você estiver na praia, verá como a espuma do mar fica muito branca e a sombra dela fica violeta. E quanto mais sedimentos houver no ar (por exemplo alguma fumaça no horizonte) mais bonito ficará o por-do-sol, com tons alaranjados e rosados, contrastando com as nuvens azuladas e violetas.
Aprenda " pôr-do-sol" em outras línguas: ocaso (espanhol), sunset (inglês), coucher du soleil (francês), tramonto (italiano), Sonnenuntergang (alemão) e sol occidens (latim).
Acima algumas figuras de pinturas relacionadas ao pôr-do-sol. São elas, na ordem:
1- Barcas en el llane Cadaques (Ramon Pujol)
2- Chateau des Papes Avignon (Paul Signac)
3- Le soleil des mes nuits (Denis Nolet)
4- Sheltering Skies (Linda Glover)
5- Yosemite Valley (Alfred Bierstadt)
6- Old Oak Glen (Maxfield Parrish)

sábado, 11 de julho de 2009

Fondue de Chocolate dos deuses


A fondue de chocolate é uma sobremesa divina, fácil de fazer, perfeita para um jantar romântico neste friozinho do inverno. E tem todos os atributos para aguçar os nossos sentidos, é lindo de se ver, perfumado e saboroso... e ainda participa da brincadeira.
Tá bom, tem muitas calorias também, mas e daí? De vez em quando não tem problema...
A receita é muito simples e muito conhecida, por isso estou colocando aqui o meu jeito de fazer, que modéstia a parte, fica muito bom ou melhor do que tem por aí.
Ingredientes:
* 1 barra de chocolate meio amargo;
* 1 lata de creme de leite (retirar o soro e utilizar cerca de 3/4 do conteúdo da lata);
* 1 colher de sopa de conhaque (ou algum licor da sua preferência);
* 3 colheres de sopa de leite condensado;
* sugestões de frutas (as minhas favoritas): morango, banana, uva thompson, damasco e ameixa seca;
Preparo:
Pique o chocolate e coloque para derreter em um recipiente de cerâmica, em banho-maria. Quando já estiver quase totalmente derretido, acrescente o creme de leite (3/4 de lata, sem soro). Misture até adquirir uma consistência homogênea. Acrescente o conhaque e misture. Acrescente as 3 colheres de leite condensado, misturando aos poucos cada uma que acrescenta, para não coalhar. Agora é só degustar!
Esta receita difere da tradicional pois com menos creme de leite ele não fica tão líquido, e com um pouquinho de leite condensado ele quebra o amargo do chocolate mas sem ficar muito doce.

quinta-feira, 9 de julho de 2009

História de amor com Drácula

video

Este é um trecho do filme Drácula de Bram Stocker, dirigido por Martin Scorsese. Gosto muito deste filme, e este trecho é muito romântico, e com uma trilha sonora magnífica. E também porquê sou fã de Gary Oldman, o charmosíssimo ator que interpreta maravilhosamente Drácula.
Particularmente sempre gostei muito de histórias de vampiros; o que me chama a atenção nelas é o poder de sedução dos mesmos. O trecho acima mostra, e muito bem, o poder de sedução do Drácula. Há um outro trecho bonito, que ocorre um pouco antes no filme, em que ele está numa rua em Londres e Mina passando, longe, no meio da multidão. Aí ele pensa " See me, see me" (ou " veja-me, veja-me") e ela então vai passando , devagar, olhando para ele, reparando nele que até então não tinha visto, como se a força do pensamento dele tivesse um poder sobre ela. No livro do Bram Stocker não há história de amor entre Mina Harker e o Drácula, mas o poder de sedução está sempre presente, com maior enfoque no instinto sexual muito aguçado. No filme adaptado, o diretor cria uma história de amor, onde a Mina é a reencarnação da princesa que morre centenas de anos antes e é o grande amor de Drácula.
Histórias sobre vampiros são bastante antigas e aparecem na mitologia de muitos países, principalmente dos da Europa (leste europeu) e dos do antigo oriente próximo. Segundo a lenda, os vampiros podem controlar animais ou transformarem-se num; podem desaparecer numa névoa; possuem um poder de sedução muito forte, entre outras características. A Transilvânia (na Romênia) é o local mais relacionado com lenda sobre vampiros. Inclusive há turismo relacionado, comercializando-se tudo sobre vampiros, desde livros até souvenirs.

terça-feira, 7 de julho de 2009

Um bouquet de noiva perfeito, com callas



A tradição de carregar flores é muito antiga. Na Grécia antiga, era comum as noivas oferecerem flores e ervas aos deuses, seguindo um ritual de entrega de flores de laranjeira à deusa Hera, a deusa do casamento. Aparentemente, a origem do bouquet de noiva vem da idade média, quando, durante o trajeto de sua casa até o local da cerimônia de casamento, a noiva recebia flores de todos os que a acompanhavam, chegando lá com um bouquet nas mãos (de origem francesa, a palavra bouquet significa aroma).
Como casei recentemente e fiz muitas pesquisas sobre bouquets, vou deixar registrado aqui alguns com a flor conhecida como calla, flor que usei no meu bouquet, apenas como idéia para alguém que esteja pesquisando. As callas (aqui chamadas de copos-de-leite), com nome científico de zantedeschia sp, são originárias da África. Existem em muitas tonalidades, como branco, amarelo ouro, vários tons de alaranjado, vários tons de rosa, magenta e chocolate. São bastante conhecidas pela pinturas do artista mexicano Diego Rivera, como o Vendedor de Flores. Podem ser usadas em bouquets de formato redondo (onde acho que ficam mais bonitas), cascata ou de braçada. O uso delas dá um ar de sofisticação, e associada a flores como rosas ou cravos, um ar de romantismo.
A primeira foto é do meu bouquet, com callas rosadas e orquídeas cymbidium. As outras, na ordem em que aparecem, são de: callas brancas e tulipas em formato de braço; rosas com cymbidium e callas salmão; callas salmão em formato cascada ou de braço; callas cor magenta com cymbidium; callas rosadas; callas rosa-claro com cravos e lisianthus; callas magenta com alstromérias brancas.

domingo, 5 de julho de 2009

A Primeira Vez

Este vídeo que estou postando é uma montagem de imagens para uma música da banda americana Mr.Big, chamada I´ll leave it up to you. Esta música não é famosa (injustamente), tanto que nem clipe tem. Mas como qualquer libriana (o), estou a ver poesia também em coisas não comuns. Para mim esta música é pura poesia, desde os instrumentos, a melodia, a voz do cantor (Eric Martin) e a letra, que é a narrativa de um homem apaixonado que quer ter a primeira noite com a sua amada. Vou colocar a letra e a tradução, e em negrito os trechos que mais me tocam...

I´ll leave it up to you (Vou deixar você decidir)
So it´s goodnight ... Why don´t you take a lip of faith and ask me in?
Então é boa noite... Porquê não põe um pouco de fé e me pede pra entrar?
And be tempted by the moment...
E seja tentada pelo momento...
Don´t you think it´s time ... to let imagination dance you from your doubts
Você não acha que já é tempo de deixar a sua imaginação acabar com suas dúvidas
So we can fall with abandon...
Para que nos apaixonemos em abandono...
I´ll shelter you in wonder love till the midnight skies turn blue
Vou proteger você, num amor milagroso, até que o céu da meia-noite torne-se azul
But I won´t push I´ll leave it up to you
Mas não vou forçar, vou deixar que você decida
Close you eyes ... can´t you feel me whisper close against you skin?
Feche seus olhos... você sente quando sussurro perto da sua pele?
In a bed of velvet roses ...
Numa cama de rosas aveludadas...
Every little touch, my hands could trace a path around your heart
Cada pequeno toque, minhas mãos podem traçar um caminho em torno do seu coração
Deep into your secrets...
Profundamente em seus segredos...
I´ll shelter you in wonder love till the midnight skies turn blue
But I won´t push, I´ll leave it up to you...
It´s only love that is crying now, it´s in your hands
Isto é só o amor que grita agora, está em suas mãos
Tell me baby how do I prove to you somehow that you shold know by now just who I am
Diga-me amor como te provar que de alguma forma já deveria saber quem eu sou
Baby don´t be afraid we´re just one more kiss away!
Não tenha medo, falta apenas mais um beijo!
Don´t you waste a peerfect moon...
Não desperdice uma lua perfeita...
But I won´t push, I´ll leave it up to you
I´ll be true to you babe
Serei sincero com você amor
But I won´t push I´ll leave it up to you...

video

sexta-feira, 3 de julho de 2009

Alimentos Afrodisíacos




A princípio, um afrodisíaco é qualquer substância ou atividade que desperte o desejo amoroso. Alguns deles tem fundamento científico, mas a maioria atua por impulso da imaginação. Alguns funcionam por analogia com órgãos sexuais, como as ostras ou os arpagos, outros são, desde a antiguidade, associados à fertilidade, como o trigo, e ao prazer, como a uva e o vinho... em geral qualquer coisa com nome francês parece afrodisíaca, afinal, não é a mesma coisa servir pão com ovas de peixe em vez de croque-monsier au caviar. Também existem atitudes afrodisíacas captadas pelo nossos sentidos, como ter um sorriso radiante, estar perfumado, boa conversa . Mas também não se pode resistir a quem cozinhe bem e saiba degustar um bom vinho. Para a mulher, o ato do amor já inicia antes, na preparação do jantar (ou durante ele, se for jantar fora), na degustação do vinho, nas conversas, nos olhares, nos carinhos ... por isso, para elas, não se pode apressar o cozimento de um bom prato .

Abaixo está listada uma seleção simplificada de alimentos considerados afrodisíacos, coletada no livro Afrodite, de Isabel Allende. Se você se interessou, vale a pena ler o livro, é muito divertido.
Estão em negrito aqueles que segundo ela não podem faltar na sua cozinha:

* Temperos: açafrão, alcaparra, azeite de oliva extra-virgem, baunilha, canela, cardamomo, cravo, curry (que é uma mistura de temperos), gengibre, louro, manjericão, uma boa mostarda, noz-moscada, orégano, pimenta, sálvia, vinagre balsâmico.

* Carnes: aves e outros animais de caça, filé bovino, carpaccio, cabra, testículos, fígado de gado.

* Pão (trigo é considerado afrodisíaco e é um símbolo de fertilidade), como exemplo a baguette, em formato fálico.

* Criaturas do Mar: o mar tem o cheiro que evoca os mais íntimos aromas do corpo. Aphros, que significa espuma do mar, originou o nome de Afrodite. Na famosa pintura de Boticelli ela nasce sobre uma concha de vieira. Desta forma, tudo o que é do mar é considerado afrodisíaco. A bouillabaisse, famosa sopa de peixes, que é tipicamente degustada em Marseille na França, foi imaginada por Vênus para induzir a novas proezas amorosas, segundo antigas lendas de pescadores.
Além dos peixes, também vieiras, mexilhões, lula, polvo, camarão, lagosta, caranguejo, ouriços do mar e ostras são considerados afrodisíacos.

* Ovos e ovas de peixe, por sua relação com a fertilidade, sempre foram os favoritos da cozinha erótica.

* Frutos: amêndoa (é o componente mais sensual da confeitaria erótica árabe), abacate (os astecas chamavam de ahuacatl, que quer dizer testículo), banana, côco, tâmara, ameixa, morangos, romã (também associada a rituais de fertilidade), figo, manga, maçã (o símbolo da tentação), pêra, uva (associada ao prazer, a fertilidade, a Dionisio) e o pêssego e o damasco, talvez as mais sensuais entre as frutas pois representam as partes íntimas da mulher.

* Café e chás (que são conhecidos estimulantes), chocolate (era a bebida sagrada dos astecas, relacionado à deusa da fertilidade Xoxhiquetzal), mel (néctar de Afrodite, resultado da alma das flores, levou os apaixonados à lua-de-mel... )

* vinho, néctar dos deuses, consolo dos mortais, uma bebida maravilhosa que tem o poder de afastar as preocupações e de nos dar - mesmo por um instante - a visão do paraíso. Vinho possui substâncias anti-oxidantes e aumentam o bom colesterol, impedindo a obstrução das artérias. Os franceses que o digam, pois têm uma das mais altas expectativas de vida. Mas não podemos esquecer também que eles comem sentados, com calma e desfrutam de cada bocado do prazer da refeição.
Os vinhos realçam o sabor da comida.

* outras bebidas: absinto (conhecido desde a Grécia antiga, vem da planta artemisia absinthyum, mas é muito tóxico), amaretto (de amêndoas), calvados (licor de maçã da Normandia), champagne, conhaque, vinho do porto, kirsch (licor de cereja).

* vegetais: alho, alcachofra, aipo, arroz (simbolo de fertilidade), beringela, cebola, cogumelos, aspargos, grão-de-bico, sopa de feijão, pepino, pimentão, alho-poró, tomate, trigo, cenoura, trufas.

Em outro momento vou colocar receitas...

Referência: Afrodite, contos, receitas e outros afrodisíacos - Isabel Allende.