quinta-feira, 9 de julho de 2009

História de amor com Drácula

video

Este é um trecho do filme Drácula de Bram Stocker, dirigido por Martin Scorsese. Gosto muito deste filme, e este trecho é muito romântico, e com uma trilha sonora magnífica. E também porquê sou fã de Gary Oldman, o charmosíssimo ator que interpreta maravilhosamente Drácula.
Particularmente sempre gostei muito de histórias de vampiros; o que me chama a atenção nelas é o poder de sedução dos mesmos. O trecho acima mostra, e muito bem, o poder de sedução do Drácula. Há um outro trecho bonito, que ocorre um pouco antes no filme, em que ele está numa rua em Londres e Mina passando, longe, no meio da multidão. Aí ele pensa " See me, see me" (ou " veja-me, veja-me") e ela então vai passando , devagar, olhando para ele, reparando nele que até então não tinha visto, como se a força do pensamento dele tivesse um poder sobre ela. No livro do Bram Stocker não há história de amor entre Mina Harker e o Drácula, mas o poder de sedução está sempre presente, com maior enfoque no instinto sexual muito aguçado. No filme adaptado, o diretor cria uma história de amor, onde a Mina é a reencarnação da princesa que morre centenas de anos antes e é o grande amor de Drácula.
Histórias sobre vampiros são bastante antigas e aparecem na mitologia de muitos países, principalmente dos da Europa (leste europeu) e dos do antigo oriente próximo. Segundo a lenda, os vampiros podem controlar animais ou transformarem-se num; podem desaparecer numa névoa; possuem um poder de sedução muito forte, entre outras características. A Transilvânia (na Romênia) é o local mais relacionado com lenda sobre vampiros. Inclusive há turismo relacionado, comercializando-se tudo sobre vampiros, desde livros até souvenirs.

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Bnoite... Td bem? Vim dar uma passeada pelo seu blog quando encontrei algo, simplesmente... fantástico... Tenho um romance sobre vampiros, que comecei a escrever há muito e muito tempo atrás, contudo, parei devido a invasão de vampiros atuais... Eles perderam o charme, o requinte, a sedução com aquele q de pecado... Vc não sente mais aquela coisa quando se assisti ou lê um livro que traz tal personagem... Por isso parei o meu, não queria ser mais um nas prateleiras das livrarias, ainda mais meu personagem sendo um daqueles vampiros que segue a linha de Drácula, um vampiro clássico. Bjs e td de bom

    ResponderExcluir